Kabbalah Bits (10)

doubt_id594821_size350

“O Poder da Kabbalah”

8a Aula – DÚVIDA

Você já parou para pensar porque nós seres humanos insistimos em reincidir sempre nos mesmos erros? Que um fumante contumaz continue no vício, a despeito das imagens horrorosas no maço de cigarros, eu posso entender. Mas, como é possível que um cirurgião saia de uma operação de câncer de pulmão para fumar um cigarrinho? A Kabbalah nos traz uma explicação interessante.

De certa forma nossa reincidência está relacionada à questão do tempo, objeto da 7a aula. Se a gente soubesse que iria morrer logo após acender um cigarro, ninguém fumaria, mas até um cirurgião tem a expectativa idiota de que o malefício causado em seu paciente não ocorrerá para si. Da mesma forma, quando fazemos o que é certo, os benefícios não são imediatos. O tempo, que parece sempre elástico, leva as pessoas a procrastinarem as decisões mais importantes de suas vidas.

No início da aula de hoje nosso mestre nos contou uma história interessante. Alguém testemunha um pequeno acidente de auto à noite e, após alguma indecisão, para e ajuda o motorista acidentado. Na sequência, o motorista que havia parado para ajudar, ele próprio sofre um grave acidente com seu carro. E quem para, salvando sua vida? Adivinharam. Exatamente, o motorista do primeiro acidente. O que ocorreria com nosso amigo se ele não tivesse parado para fazer o 1o atendimento? Só Deus sabe, mas nós podemos deduzir…. By the way, essa história é verdadeira.

O efeito negativo do tempo é o que chamamos de dúvida. A gente não vê as consequências de nossos atos e aí entramos numa realidade ambígua. A incerteza, segundo os cabalistas, é um dos maiores obstáculos para nosso desenvolvimento espiritual, pois sempre imaginamos que teremos uma segunda chance, embora isso não seja necessariamente verdade. Nem sempre haverá misericórdia.

Qual a diferença entre a dúvida e a pergunta? Em ambos os casos buscamos a verdade. A dúvida porém é arrogante, enquanto a pergunta é humilde. Quando eu digo que tenho uma dúvida, parece que estou querendo fazer uma pergunta, mas na verdade é bem diferente. Quem expressa uma dúvida já tem uma resposta em mente e está procurando quem corrobore seu ponto de vista. Já quem faz uma pergunta, está aberto a todas as possiibilidades, confessando sua  ignorância.

O caminho para a evolução é eliminar a  dúvida de nossas vidas. Precisamos ter certeza absoluta sobre tudo. E repare, ter certeza não significa que aquilo que desejamos vá ocorrer. Ter certeza significa que acreditamos que tudo está sempre certo e que se uma situação ocorre em nossas vidas é para nos ensinar algo. Portanto devemos pular de cabeça, com a convicção de que onde quer que cheguemos será sempre o destino certo. Para eliminar a dúvida de nossas vidas o primeiro passo é ignorar o medo, que é sempre uma sombra colocada pelo Oponente em nossas mentes.

Paradoxalmente, o que nos causa mais medo não é de sermos incapazes, mas sim de descobrirmos que somos muito mais poderosos do que queremos reconhecer. Na verdade, é nossa luz, não nossas trevas, o que mais nos assusta.

A propósito, vale reproduzir aqui um pedacinho de um texto da Marianne Williamson, espiritualista e autora de muitos best sellers (http://www.marianne.com/): “Vivo me perguntando quem sou e porque me julgo tão insignificante para aceitar o desafio de ser brilhante. Ser medíocre não ajudará o mundo ao meu redor e muito menos a mim mesmo. Não existe nenhum mérito em diminuir meus talentos, apenas para que os outros não se sintam inseguros ao meu lado. Todos nós, sem exceção, nascemos para manifestar a inteligência de Deus e quando assim agimos estimulamos as pessoas ao nosso redor a fazerem o mesmo.”

Nem todo mundo nasceu para ser presidente da republica, ou um super empreendedor. Mas, com certeza absoluta, na maioria do tempo estamos nos escondendo de nossas responsabilidades. Para encontrar aquilo que viemos fazer nesse mundo precisaremos pisar em terreno desconhecido. Deveríamos cometer pelo menos um erro original diariamente.

A verdadeira certeza só virá por tentativa e erro. A certeza sem experiência leva ao messianismo, que empurra as pessoas a cometerem desatinos com a absoluta convicção de que estão certos (ex.: um homem bomba que se explode porque tem certeza que seu prêmio será o paraíso, com 72 virgens à sua espera).

Ter certeza é sinônimo de fé, mas não a fé cega do fanático e sim a fé raciocinada. Ter certeza é entender que tudo está sempre certo, que o universo está sempre em ordem. Quem tem certeza é visionário, pois consegue ver o que ninguém enxerga. Ser visionário é ter certeza sobre o que você está fazendo, mesmo que quando você não entende totalmente a situação que está vivendo.

E para ter fé é preciso imergir nas situações que a vida nos propõe, sem tentar decodificar seus significados, o que induziria à dúvida e à procrastinação. O rio da vida tem que ser nadado, sem que saibamos onde ele irá desaguar, é aprender fazendo e experimentando situações.

Thomas Edison após 1000 tentativas mal sucedidas de inventar uma lâmpada pronunciou a famosa frase: “Eu descobri 1000 maneiras de como não fazer uma lâmpada. Fracasso é sempre uma escolha. Se eu fico em duvida, de certa forma estou contestando a inteligência de Deus. Mas, se acredito que as experiências que Deus coloca em nosso caminho são as que nós precisamos, então não deveríamos fugir delas, mesmo das mais doloridas.

Devemos pensar sempre grande, pois nada nos limita, nem o dinheiro, nem o poder, nem mesmo a inteligência. Pensar grande é olhar em volta e considerar que eu sou parte do nós. Se eu tenho certeza que não há diferença entre mim e meu vizinho, não terei medo de seu julgamento.

E será que vale a pena tomar riscos para mudar um mundo egoísta e totalitário? Será que meus atos terão alguma relevância sobre o mundo à minha volta? Tenha certeza que sim. Chorar, por a culpa no governo, nos desonestos, etc, é muito fácil. Para mudar o mundo devemos apenas fazer nossa parte. Paremos de esperar pelo Messias e façamos aquilo que nos cabe. Até porque o Messias só retornará a esse mundo quando nós não mais precisarmos dele.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s