Férias na”suckerland” (3) – Los Angeles

Los Angeles é uma cidade imensa, mas se você programar ficar duas noites vai dar e sobrar. Apesar de grande e famosa, não há muito a fazer em LA. Se puder gastar um pouco mais, escolha um hotel em Beverly Hills. Nós tivemos a sorte de pegar uma promoção e ficamos no Beverly Hills Wilshire (é 10), o hotel do filme “Uma Linda Mulher”, pertinho da Rodeo Drive, que é a região mais cool da cidade.

Em LA, além de Beverly Hills e Hollywood, eu só recomendo dois pontos de interesse: Santa Monica e o Universal Studios. Hollywood Bowl só vale a pena se você conseguir ver um show por lá e downtown LA é lastimável. Reserve um dia para Santa Monica e o Universal Studios.

O local mais interessante de Santa Monica é uma ruazinha de pedestres, denominada 3rd Street Promenade, paralela à praia, a duas quadras do pier, que tem boutiques e lojinhas bacanas, além dos melhores restaurantes. Não perca tempo com a praia (?), nem com o pier ,que são feios e mega bregas. Vale, talvez, se for um fim de semana com sol brilhante, dar uma conferida nas meninas bonitas e douradas fazendo skate no calçadão.

Na sequência visite o Universal Studios. Compre tickets com preferência, um pouco mais caros e fuja das filas. Não deixe de fazer o Studio Tour 360-3D, que tem uma parte em 4D. É 4D porque, além do 3D utilizado para mostrar trechos de filmes, na parte do King Kong as cadeiras se movimentam, dando a sensação que participamos da ação. Durante o tour você vê trechinhos de filmes famosos, enquanto vê também os sets em que foram filmados. Uma das coisas mais impressionantes é o set do filme “A Guerra dos Mundos”, do Steven Spielberg, que mostra a carcaça real de um 747 destroçado. O tour parece babaca, mas vale muito a pena.

Gaste o segundo dia passeando por Beverly Hills, onde estão as alamedas sombreadas com as mansões dos artistas (não caia no golpe do tour das mansões famosas), visitando a Hollywood Boulevard (calçada da fama, Kodak Theater onde acontece a festa do Oscar) e fazendo umas comprinhas na Rodeo Drive e adjacências (prepare o rabo se sua mulher estiver solta com cartão de crédito). Quando for visitar Beverly Hills, suba até a parte montanhosa (Mulholland Drive) e tente chegar ao ponto mais alto no por do sol, que oferece uma vista da cidade de perder o fôlego.

Para comer, só três dicas, mas todas quentes. Se quiser comer o melhor steak de sua vida peça o New York Strip com french fries trufadas no South Beverly Grill na 122 South Beverly Drive. O cheeseburger também é nota 10 e a carta de cerveja fantástica (experimente a belga Chimay). Outras duas boas alternativas para jantar são o Spago Beverly Hills, também do chef Wolfgang Puck, e o E Baldi, pequeno Italiano muito charmoso e informal (atrás da nossa mesa estavam jantando o Sean Penn com a Scarlet Johanson, em paquera recente).

E, com relação a LA, é mais ou menos isso. Apesar de pouco, vale a pena.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s