Desenvolvendo conteúdo para web (2)

O plano editorial

Para começar este post, nada melhor que um chavão: “na web, o conteúdo é o rei”. Nas redes sociais isso nem sempre é respeitado, até porque a maioria dos blogs iniciaram como uma espécie de diário eletrônico pessoal que, apesar de abertos ao público, tinham como principal motivação satisfazer o ego de seus autores.

O mesmo egocentrismo não é aceitável num blog corporativo, que tem a obrigação de se mostrar profissional em sua temática, em sua abordagem e, principalmente, na qualidade de seu conteúdo. O conteúdo de uma página web corporativa (web sites, blogs, portais, ou mesmo do Facebook, LinkedIn, Twitter, etc), tem que ser bem escrito, útil e atualizado regularmente.

A espinha dorsal de um bom plano editorial web é a estratégia de conteúdo, abordada em meu post anterior. Mas, uma boa estratégia de nada serve sem conteúdo de qualidade.

A pergunta número 1 a ser respondida para se produzir um bom conteúdo web é: qual é o perfil do público alvo? O perfil do público vai direcionar “a pegada” dos posts, o estilo e as referencias externas a serem utilizadas. A partir daí, o sucesso dependerá primordialmente de uma boa gestão de conteúdo.

Na gestão de conteúdo algumas regrinhas básicas devem ser metodicamente seguidas:

O titulo é extremamente importante. É sempre o primeiro gancho para alcançar o público. Se você tiver um conteúdo bem produzido e que siga as regras do SEO, com sorte sua página será bem ranqueada no Google. Nesse momento, a decisão do internauta de clicar e entrar em sua página, ou não, dependerá primordialmente de um bom titulo (atraente, informativo e claro).

A intro também é muito importante. Vá direto ao ponto, explicando claramente ao leitor o que ele deve esperar do conteúdo que se segue.

Não fique em cima do muro. O público web está sempre em busca de uma tendência, para concordar, ou discordar de sua opinião. A ambigüidade na web não dá IBOPE. Se suas posições com relação a um tema forem tímidas, certamente o público vai literalmente “vazar”. Na web vale o paradoxo: “melhor ser odiado, do que ser ignorado” (vide Julian Assange).

Seja original. A web é o reino do “copy & paste”. Nem por isso, o que pode tornar fácil a vida de quem produz conteúdo vai garantir sua audiência. Pense no seu próprio comportamento quando pesquisa algum conteúdo via Google. Na web estamos todos sempre em busca de conteúdos únicos.

Não sofistique. Eu imagino que o Guimarães Rosa seria um fracasso como produtor de conteúdo web. Textos rebuscados, longos e difíceis são rapidamente abandonados. Gostemos ou não, a web é o mundo do “fast food” da escrita. Ninguém, absolutamente ninguém, se dispõe a passar horas lendo e estudando um só conteúdo na web. Podemos sim gastar horas na web, pesquisando e a acessando muitos conteúdos. Não é por outra razão que o tempo de permanência de um visitante na página é uma das métricas mais importantes para se medir o sucesso de audiência na web.

Lembre-se, você não está escrevendo os Lusíadas, e muito menos o texto do Casseta & Planeta. Não tente ser engraçadinho, nem escreva introduções muito longas, pois na web ninguém tem saco para isso. Qualquer coisa que cheire a “encheção de lingüiça” espanta o internauta.

Facilite a vida o leitor. Estruture seu texto. Use títulos, sub-títulos e bullets. O leitor web não é seqüencial. Ele salta de um trecho para outro, “lendo como um sapo”. Se as coisas que lhe interessam não estiverem visíveis, o próximo salto será para fora de sua página.

E a clareza é fundamental. Escreva visando o entendimento do texto. É muito comum ver-se na internet textos recheados de jargão técnico, para impressionar o leitor. Não só não impressiona, como espanta.

Use referencias externas. Não seja egoísta e dê os créditos a quem de direito. Além disso, a credibilidade é tudo na mídia, seja ela a TV Globo, ou seu blog. Como na web nem sempre temos nossa credibilidade estabelecida pela marca, devemos estabelecê-la através do uso de links para outras páginas com boa visibilidade e respeito dos internautas. Quanto mais gente séria estiver alinhada com nossa opinião, maior será nossa credibilidade.

Mantenha seu conteúdo sempre atualizado. Lembre-se que o conteúdo web, teoricamente, nunca deve ficar obsoleto. Essa é uma das grandes diferenças entre a mídia tradicional e a mídia social. Você joga o Estadão do domingo passado no lixo, para sempre, mas seu post no blog do ano passado pode ser interessante para um leitor hoje… desde que esteja atualizado. Isso decorre da premissa que na web não são os fatos propriamente ditos que mais interessam, e sim a sua interpretação. Vamos a um exemplo. Há um ano você postou algo sobre uma experiência gastronômica num restaurante famoso. Se hoje você atualizar seu post, contando suas impressões sobre a atualização cardápio, um ano depois, seu texto estará revitalizado e atraente de novo.

Conteúdo multimídia é importante, mas precisa ser relevante. Usando fotos, imagens, vídeos, PPT’s, etc, seja cuidadoso. Tudo tem que estar clara e diretamente relacionado à temática do conteúdo em questão. É muito comum em PPT’s, por exemplo, se colocar imagens apenas para “enfeitar o texto”. Isso na web é mortal. O conteúdo multimídia anexado não precisa ser apenas interessante, também ter que ser relevante

E por último, mas não menos importante: revise o texto antes de publicar. A web é muito mais informal do que a mídia tradicional, mas se você quer que suas páginas sejam vistas e respeitadas como conteúdo corporativo e profissional, é bom não descuidar da ortografia, da gramática, da acentuação e principalmente dos simples erros de digitação.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s