Você quer marmelada?

Ainda menino, meu pai me levava assistir aos circos mambembes que circulavam pelo interior. Coisas de uma época que não existe mais. O circo chegava na cidade e enquanto a lona toda remendada era eguida pelos próprios artistas, o dono circulava pela cidade anunciando pelo auto-falante de seu calambeque o “maior espetáculo da Terra”, que aconteceria justo na nossa cidadezinha no próximo fim de semana.

Eu esperava ansioso pelo sábado. Às vezes, quando não rolava um ingresso, porque (suponho) meu pai estivesse duro, lá ia eu vender amendoim na porta do circo para descolar a grana. Finalmente, sentado na primeira fila da arquibancada, eu esperava ansioso pela entrada dos palhaços, que sempre abriam o espetáculo. Invariavelmente, mudava o circo mas não mudava a rotina, tudo começava com uma pergunta para a distinta audiência: “Vocês querem goiabada”? Ao que o público respondia : “Não, senhor”. E a coisa continuava: “Vocês querem marmelada”?… “Queremos, sim senhor”. E aí, o espetáculo finalmente começava.

Eu nunca entendi bem o significado de “queremos marmelada, sim senhor”, até que, muitos anos depois, na Copa da Argentina de 1978, chorei ao ver o Brasil voltar para casa invicto e derrotado, após o Peru entregar o jogo para o time da casa por incríveis 6 X 0. Nessa Copa a Argentina foi para a final, e foi campeã, graças ao saldo de gols que conseguiu ao final da marmelada com o Peru (sim essa era a regra absurda de então). “Bando de merdas… Espero que ao menos eles repartam bem o dinheiro”, foi a frase que, segundo depoimentos de pessoas presentes, foi pronunciada por um jogador da seleção de futebol do Peru, depois de arremessar as faixas que lhe protegiam as pernas contra a parede do vestiário, furioso com a derrota peruana.

Histórias como essa continuam acontecendo no futebol mundial ao redor do globo. Jogos “amolecidos” para não pegar o adversário mais difícil na próxima etapa acontecem a toda hora nas copas do mundo e nos grandes torneios da Europa. Por aqui não é diferente. Todos se lembram da vergonhosa derrota do Corinthians para o Flamengo no finalzinho do Brasileirão 2009, quando o goleiro Felipe decidiu não defender um penalti injusto. Bem, essa foi a desculpa, mas as torcidas prejudicadas de São Paulo e Palmeiras acharam que foi “marmelada”. Há quem diga que o Corinthians poderia empatar a partida se o goleiro Felipe tivesse aceitado o roubo e buscado defender o “não-pênalti”, mas isso é história.

Passado um ano, ó sorte injusta, eis que a situação se inverte, e desta vez é o Coringão que precisa que São Paulo e Palmeiras ganhem do Flu. O São Paulo preparou uma “marmelada” mais sofisticada, ao conseguir que o nervosinho Richarlyson fosse expulso, diga-se de passagem justamente. Bem parecida com a atitude do Felipe no ano anterior.

Já o Palmeiras ontem nos ofereceu uma “marmelada” à altura dos circos mambembes de minha infância. O começo foi engraçado, quando, sem querer e meio envergonhado, o Dinei acertou um belo chute e vez um golaço para o Palmeiras, debaixo de apupos da torcida. Foi patético ver o Felipão trocando, no início do segundo tempo, o Marcos Assunção, melhor jogador do Palmeiras na temporada, por um tal de Fernando, um garoto que entrou em campo com as pernas tremendo. Logo no primeiro lance o Fernando tentou passar a bola e acabou mandando a redonda pro meio da galera.

Daí para frente foi brincadeira. Tartá marcou o golzinho da virada do Flu e aí o jogo acabou. O Fluminense não pressionava a saída de bola do Palmeiras, que por sua vez agradecia tocando a bola de lado, ou atrasando até o goleiro. Na falta de emoções os torcedores das duas equipes resolveram confraternizar e aparecer abraçados para as cameras do Galvão. Uma verrgooooonhaaaa!!!

Marmelada por marmelada, prefiro a oferecida pelos palhaços do cirquinho mambembe de minha infância.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s