Um dia perfeito….

Quem aí já assistiu ao filme “Um dia de fúria” (Falling Down) com o Michael Douglas? Não assistiu ainda? Então veja a melhor cena do filme, na minha opinião, que se passa numa lojinha de conveniência de um coreano pentelho. Depois tire o DVD no Blockbuster e assista inteiro. A história narra um dia perfeito… de fúria. Na contramão, hoje eu vou descrever para vocês um dia perfeito….de rotina.

Meu dia perfeito é uma segunda-feira…. e por quê não. Às segundas eu acordo às 6hs (arghhhh) pra fazer academia. Nesse dia esqueci de programar o despertador e só acordei às 8hs, morrendo de pena do personal trainer, que ficou lá pagando mico e vendo o sol nascer. Melhor estraga…

Abro o jornal na página de esportes. Notícia de capa: Corinthians ganha de 4 x 0 no sábado (eu tinha me esquecido desse jogo) e lidera a segundona, com folga. Melhor estraga.

Eu já ia pulando o café da manhã quando minha secretária liga pra dizer que a reunião das 9:30 hs tinha sido cancelada. Pensei em voltar pra cama, mas na dúvida resolvi tomar meu café da manhã vagarosamente e resolver o Sudoku do dia, inteirinho (quem de vocês consegue matar o Sudoku do Estadão em menos de 1 hr?). Melhor estraga.

Às 10 hs saio para trabalhar. A primeira notícia que recebo ao chegar no escritório é sobre um contratão, um daqueles que estava “encruado” há meses, e que de repente foi assinado. Melhor estraga.

Manhã tranquila, dá pra zapear os blogs que eu mais curto. Um telefonema me tira a concentração. É um velho amigo que está na cidade e me convida pra almoçar. Pergunta se eu estou com tempo. Rapaz, estou ocupadíssimo, mas pra um velho amigo eu abro minha agenda. Vamos pro Cordel na Vila Madalena saborear uma carne de sol com mandioca cozida, acompanhada de três caipirinhas (especialidade da casa: cachaça Janeiro, pitanga, gengibre e pimenta rosa), cada um. Na sobremesa, bolo Leão Veloso (especialidade do Recife), comido com a mão, aos nacos, com café de bule. Melhor estraga.

Deixo meu amigo no hotel. Olho o relógio e, surpresa, já são 16:30 hs. Putz, voltar da Berrini pro meu escritório em Pinheiros vai me consumir quase uma hora. E eu estou do lado de casa. Quer saber… ninguém é de ferro. Hoje vou encurtar um pouco meu dia e fazer um bela surpresa pra minha mulher. Chego em casa às 17 hs e quem me surpreende é ela: saiu com umas amigas e vai voltar mais tarde. Melhor estraga.

Pego uma sessãozinha de cinema das 18 hs no cinema ao lado de casa, um daqueles filmes S&S (sangue & sexo), que minha mulher odeia. Terminado o cinema, chego em casa e minha mulher ainda não chegou. Melhor estraga.

Em vez de comer a gororoba healthy que ela me deixou, abro uma garrafa de vinho pra beliscar com um maravilhoso queijo Prima Donna e pão italiano. Me espicho no sofá, cachorrinho junto (que é proibidíssimo em casa), ligo a TV e lá está meu programa favorito das segundas (que eu nunca posso assistir, por causa da p…. da novela da minha mulher): Galvão e sua turma lideram um maravilhoso papo furado, sem pé nem cabeça, no seu “Bem Amigos”. Vinho com Galvão vocês já sabem no que resulta…Acordo às 22:30 hs, com minha mulher pedindo pra eu ir dormir na cama.

Melhor, definitivamente, estraga!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s